Caixa térmica com termômetro embutido: entenda tudo sobre este assunto!

Atualizado: 10 de mar.

O transporte e armazenamento de materiais sensíveis ao calor é algo muito delicado, por isso deve ser feito por meio dos equipamentos certos. Caixas térmicas que não têm um bom isolamento podem prejudicar os produtos que carregam, pois a temperatura vai aumentar rapidamente.

Além disso, é importante que esses equipamentos tenham um termômetro embutido para que, em caso de mudanças na temperatura interna, seja possível tomar alguma providência rápida. Quer saber mais sobre a caixa térmica com termômetro e quais são os principais cuidados que você deve ter com ela? Continue a leitura deste artigo!


O que é a caixa térmica com termômetro?


As caixas térmicas são produtos constituídos por um material térmico, como o poliuretano ou o poliestireno expandido, envoltos em um material rígido, geralmente o PVC. Acoplado nesse equipamento vem um termômetro, que mostra a temperatura atual no interior da caixa. Elas são muito utilizadas no transporte de imunobiológicos entre os laboratórios produtores e a sala de vacinas, além de permitirem a locomoção de amostras de sangue e outros materiais sensíveis ao calor.

Além de exibir a temperatura em tempo real, os termômetros embutidos podem informar quais foram as temperaturas mínima e máxima do recipiente, com possibilidade de escolha entre ºC ou ºF. As caixas térmicas também contam com uma trava especial na alça, para garantir a segurança dos produtos transportados e o isolamento térmico. Existem diversos tamanhos de caixa, que são medidos em litros.

Qual a importância da caixa térmica com termômetro?

O termômetro embutido nas caixas permite monitorar a temperatura interna do recipiente, possibilitando a rápida tomada de medidas proativas de correção em caso de imprevistos. Além disso, o material rígido da parte externa das caixas dá mais segurança no transporte, evitando que choques e batidas danifiquem o conteúdo.

Esse produto é amplamente utilizado por laboratórios, farmácias, postos de saúde e hospitais que precisam transportar materiais sensíveis ao calor entre um local e outro.

Como é feito o transporte de materiais?

Existem algumas exigências feitas por órgãos fiscalizadores, como a Anvisa, para o transporte temporário de alguns materiais nas caixas térmicas. Para o transporte de sangue, por exemplo, devem ser preparados 3 recipientes:

  • recipientes primários — devem ser estanques e à prova de vazamentos, pois vão receber o material diretamente;

  • embalagem secundária — uma embalagem secundária estanque, que vai proteger a primária de choques e perfurações;

  • embalagem externa rígida — é a caixa térmica, que deve ter resistência adequada à sua capacidade e utilização. A menor dimensão externa deve ser de, no mínimo, 100 mm.

A caixa térmica com termômetro pode ser fabricada, geralmente, em metal, PVC e outros materiais resistentes. Para o transporte terrestre, a Anvisa estabelece que uma das embalagens — a secundária ou a externa — deve ser rígida. Para transportes aéreos, a caixa deve ser obrigatoriamente rígida.

Além do transporte de material biológico humano, a caixa térmica com termômetro pode ser utilizada na ocorrência de problemas na geladeira dos laboratórios e cortes na energia elétrica. Nesses casos, os materiais sensíveis devem ser acondicionados nas caixas térmicas, onde será mantida a temperatura adequada para eles.

Além disso, para esse tipo de situação devem ser armazenadas as bobinas de gelo reciclável, para conservar os materiais na caixa térmica com termômetro. Não é recomendado o uso de gelo solto, pois ele dificulta a acomodação dos materiais e cria espaços vazios entre eles, prejudicando a manutenção da temperatura adequada.

Quais são os cuidados básicos com a caixa térmica?

Antes de colocar os materiais dentro da caixa térmica com termômetro é necessário verificar suas condições, observando a existência de rachaduras, furos e outros danos. Além disso, elas devem ser lavadas e secas cuidadosamente após cada uso. Após a secagem, elas devem ser armazenadas em local adequado.

Como você viu, a caixa térmica com termômetro é um equipamento essencial para o transporte de materiais sensíveis, como amostras de sangue e vacinas. Lembre-se de verificar se ela atende às especificações, garantindo a integridade dos produtos armazenados.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre o assunto, deixe um comentário para que possamos ajudar!


#caixatermica #termometro #termicos #isolanterermico

14 visualizações0 comentário